quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Acho que hoje faze 11 dias que acabaram as aulas. 11 dias que eu não tomei sequer uma atitude pelo meu próprio bem. Eu dediquei o ano todo a me superar, e, confesso que consegui, mas, acredito que só eu vi essa mudança.Quase nada mais está como antes. Os pensamentos e sentimentos estão diferentes,mais maduros e, portanto, mais intensos e doloridos. Mas para os outros, a verdadeira eu esteve invisível por todo esse tempo. Eu não tenho culpa se sou tímida.

E no fim, não vejo o resultado disso. tá, eu mudei, mas e ai ?
Será que ser dedicada não é o bastante ? o que falta ? ser magra, baixinha, ter cabelo escorrido ou com chapinha constante, entupir a cara de maquiagem logo cedo, estudar num supercolégio particular, ser umaa espécie de miss simpatia ? me desculpa, não nasci pra ser cool. Mas se quiser uma perua fashionista, chatinha, bobona, nãrd, certinha, frescurenta que gosta de mimar as pessoas, me liiga ;D

Efim resolvi escrever porque eu estava deitada, ouvindo música, chorando, com o make borrado, perguntando o que diabos falta em miim e porque eu não consegui um amor que eu lutei tanto pra ter. Estava lembrando de tudo que aconteceu e sentindo saudades do que eu sei que não vai voltar. mas dai fica a pergunta: será que Eu não sou capaz ?

Enfim, o coração tá cheio de amor, carinho, preocupação, carência e saudade. tá transbordando, OMG, tá sangrando. =O

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Querido Papai Noel,

eu sei que esse ano eu fui teimosa, birrenta, respondona, chorona e falei muito palavrão, mas eu também me dediquei a ajudar as pessoas, a sonhar e a amar muiito e tirei boas notas;D

Então, neste Natal, eu quero ganhar uma família reunida e em paz, e qe meus amigos permaneçam unidos.

Eu quero também pessoas menos porcas, que não jogassem lisho na ruua nem nos riios, corregos, lagos, florestas e etc.

Eu quero, Papai Noel, que minha mãe e meu pai estabilizassem suas vidas pra não precisarem mais trabalhar tanto e terem menos preocupações, pra sobrar tempo pra gente.

E quero também uma caixa enoorme de força de vontade e perseverança. Quero ser mais mulher.

aaH eu quero também que nenhuma das minhas amizades mudem ou percam a intensidade, e que todas elas se tornem mais fortes.

Quero, Papai Noel, que ele permaneça comiigo, como foi esse ano. por mais que eu não seja boa o bastante.

Prometo que vou ajudar a minha família a permanecer unida em Cristo e que vou buuscar cada uma das minhas amizades onde quer que elas tenham ido parar. Não vou desistir de nenhum sonho e vou continuar mimando e cuidando dele, mesmo que ele tenha repetido de ano.

Eu sei, que do jeito que eu me comportei mal, eu num mereço nada disso, maas se eu não tivesse me comportado assim, não teriia conseguido nada do que consegui e nem amadurecido nada do que amadureci. então, Papai Noel, poor favoor, me dá isso, juro que vou cuidar direitinho, pra não acabar, nem quebrar, nem arranhar, nem perder, nuunquinha.

poorque eu amoo cada uuma das pessoas pelas quais eu pedi isso.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

A felicidade ?


Como dizia o Sábio Alvo Dumbledore: "ela pode ser encontrada nas horas mais sombrias, se a pessoa se lembrar de acender a luz"

Então, acenda hoje a luz da tua alma. o Que Deus tem reservado pra você é mais do que você está esperando para você. você não tem sorte, porque Deus não joga dados. Ele sabe o que esperar de ti e tem planos maravilhosos. então, meu bem, acenda a luz. hoje Jesus me disse que eu e você estamos procurando a felicidade no lugar errado.

aH, e como diz a música:" o futuro é incerto", então meubem se você não sabe do futuro, pra que esperar por ele pra ser feliz ?

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009


Eu não sei o que faltava nas outras classes/escolas que eu estudei. gostava muito de todas, mas nenhuma fez tão bem como o Eulália, como o 1ºD.
Com elees eu perco a vergonha na cara e até faço coiisas que o regularmento não permite [/pra mim isso é grave].
o Ultimo dia de aula em especial foi um caoos.
todos os funcionários estavam avisados que na sexta feira o 1ºD não faria a festa do troca de jeito nenhuum. haha. A partir da segunda aula só deu nossa sala. meninas vestidas de menino e meninos vestidos de meninas. uma coisa mais escrota qe a outra. rii muiito.
enfim, foi o melhor ultimo dia de aula que eu tivee \o/
nãão Tô inspirada pra escrever agora, mas eu precisava falar como eu amo aquele primeiro Dê e todos os que ali se fizeram meus amigos.
a Fê se tornou uma espécie de irmã, e o Pê, se não fosse por ele eu estaria em depressão agora. fooora todos os outros com quem eu rii, chorei, gritei e brisei muiito. tipo o meu Xuxu, o Zóio, o Preto, a Babi, a Steniffy, o Eliade, o Galo, a Mayara, a Dani, a Jéssica, a Paulinha, a Cínthia ee etc ...
OMG. eu Tô morrendo de medo de me separar deles ano que vem. A nossa sala é a unica que tem graça naquela escola. os outros primeiros são um grande lixoo. se eu tiver que mudar de sala, ou misturarem a gente, juro que tenho um troço. enfim, eu amo o primeiro Dê !

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Carta para Monique Baleeiro



Sempre a tive como um espelho, talvez você não acredite, mas desde que nos tornamos amigas eu tenho em meu coração que quando crescer quero ser igual a você, uma supermulher, superintercessora, superamiga, superirmã, superlinda, supertudo.
De início tinha vontade de te perguntar qual era a receita de tudo isso. não foi preciso. eu te via/vejo sempre ajoelhada diante do Santíssimo, e dali, eu sei, é que você tira forças para permanecer forte mesmo quando é impossível conter as lágrimas.
Te ver rezando, cantando, sorrindo, me faz perceber que eu posso melhorar, que eu posso ser mulher madura sem deixar de ser a criança que sou.
Te ver sempre linda, forte e decidida, faz ver que por mais que a vida exija de mim, eu tenho que aprender e mudar com os meus erros.
Ah Monique, você não sabe como eu tenho saudade de quando eu só tinha 12/13 anos e não sabia de nada e você me dava forças mesmo quando o meu "problema" era uma coisa banal, e quando eu me vi com um enorme vazio, o pior de todos, aquela maldita aridez, suas palavras, teu olhar, teu abraço me fortaleceram. eu não te digo que me curei disso, mas te digo que graças às palavras que Deus colocou em tua boca, e o brilho que Ele colocou em teus olhos, eu não me entreguei a aquela tristeza.

Antes eu pareciia tanto com você [fisicamente], mas agora, mudei tanto física quanto psicologicamente, acho que as pessoas não nos confundiriam mais com irmãs, mas, Monique, se não fosse por você, não seria como sou hoje.

E eu agradeço ao Senhor meu Deus por me permitir tê-la, por laços divinos, a irmã mais velha que, infelizmente, não tenho por laços sanguíneos.

é com toda a sinceridade do meu coração que eu digo: Eu te amo, Monique, minha irmã gêmea mais velha♥

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

crazier.

eu sinceramente não sei o que vai ser daqui pra frente e não vejo fundamento em meus planos. mas tô me sentindo super romântica. ando ouvindo muiiito Taylor Swift, tãão meiigoo*-*



P.s.:
logo menos, um post emocionante sobre o ultimo dia de aula.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

foi maravilhoso.






realização do maior sonho.

Quando eu vi o meu cabelo pronto, ainda no salão, juro que a anciedade dobrou.
Quando eu vi minhas meninas e meninos todos devidamentes trajados quase chorei.
Quando entrei na sala e "os" vi meus olhos brilharam quinem farol de xenon. juro, não acreditei. era meu sonho se realizando e todos estavam lá.
Não acreditei quando a perua estava quase chegando na festa. Que momentos intensos aqueles. Passei muito nervoso e xinguei muita gente. è muito fácil pra todo mundo ficar reclamando e perguntando as coisas pra mim. povo burro num sabe fazer nada sózinho. xingo mesmo :X. Mas foi maravilhoso, Dancei, não comi, bebi pouco. a Stefanny Bêbada foi uma comédia. Dei super chilique por que esqueeram meu sapato, e fiz meu irmão voltar pra buscar.
Que tensão quando o sapato chegou.
Troquei de vestido, Coloquei a coroa, Calcei os sapatos, esqueci das luvas, peguei o ursinho e fiquei esperando o cerimonial começar. por uma evz na vida todos estariam olhando pra mim, tava morrendo de vergonha, queria muito saber o que se passava na cabeça de cada um, Principalmente da dele. Apareci na porta e os confetes não queriam estourar. quando estourou foi lindo. eu até me assustei, mas dei meu primeiro passo. pra todo mundo era só a menina mimada andando com um vestido enorme, pra mim era muito mais, quando dei aquele passo, acredite, eu mudei. tiveram vários erros e demoras. que droga. não gostei do anel que me deram. Quando fui apagar as velas foi lindo.
Eu olhei pro Rô e pra Pâm, estavam tão lindos. Ah, o outro lá tava um charmee, e a priima, ah como eu a amo. a Fê se acabando de chorar, e eu sabia o gosto qwue tinham aquelas lágrimas. O Eli, um charme de menino. depois dele acho que era o Fabiano e a Thays, ahn como eu estou grata por eles terem dançado. e o Biel e a Camila então ... nem se fala. Tive que abaixar pra apagar a vela da Evellyn e a da Paulinha /rashei. A Carol e o Mendes se tornaram tão especiais em tão pouco tempo. Vou confessar que quando vi O Chico chorando Me deu vontade de rir. ele se diz tão macho. shaushaushua. Ah, me passou um filme na mente quando olhei pra Clara, Pra Betty e Pra may. tudo o que já vivemos. O Caique, ah como ele é um exemplo pra mim. A Dani e o Fê então, gente eles foram os que mais me apoiaram moralmente. se não fosse por eles e pelo Pê eu teria pirado. A Bia dançou direitinho. A Stefanny Bêbada só me fez riir. e o Beto fingindo que é sério então ... hsuahsau ... enfim, num lembro a ordem nem o nome de todo mundo, mas só sei que foram as melhores escolhas que eu fiz.
Meu príncipe. o olhar dele me passou tanta segurança. quando começaram a errar a valsa Juro que só num dei piti por causa dele.
Logo no começo da Balada, assim que troquei de vestido e fui pra pista me estremeci. quem tava lá sabe porque. Dancei, me diverti. Meu copo piscava e o dos outros não \o/

Mais tarde quando só sobraram casais por toda parte, fui ver como estava o povo do Narguile, la na casinha do playground. Experimentei o Tal, e não é ruim. mas não pretendo seguir o vício. Curti um pouco a Brisa com eles depois voltei pro salão afim de dançar. mas tava cada um isolado no seu grupinho que nem eu que era a dona da festa conseguia me infiltrar. Toquei "wonderwall" pra eles, dancei um pouco e voltei pra casinha. dessa vez foi melhor ainda.

quando eu vi, ja era 5 horas da manhã e os desnaturados dos meus amigos tavam indo embora na perua que eu aluguei sem me chamar. muito egoistas, na hora de ir todo mundo lebrou de mim né ? Mas ja me acostumei com esse povo que só pensa em si.

Resumindo sem detalhes foi isso. melhor noite da minha vida. Tô master chateada com muita gente que diz que me ama mas na balaada nem ligava se eu chegava perto. depois ainda fala que eu só fiquei com o povo da escola¬¬
Mas mesmo assim, Não poderia ter sido melhor.

Briigada amigos, que estavam lá presentes na realização do meu sonho.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

manhêe, fiz outro poema !

Foram dias de sonho
Manhãs de olhares
Tardes de esperança
Noites sem dormir
Um sentimento que eu acreditava ser coisa de filme,
Mas que mesmo assim eu esperava
Um momento tão sublime
Só de imaginar eu suspirava
Cuidar-te
Mimar-te, amar-te
Respirar-te
Perder-me de mim
Mudar.
Tentar melhorar, ser mais feminina
Tentar não chorar
Pagar micos
Recuperar sonhos perdidos
Criar desejos de menina criança
Tudo pra você me notar
Ficar vermelha com um simples nome...
E rir, rir muito
É estranho imaginar que isso um dia vá passar,
Porque, sinceramente
Eu não me imagino mais sem você

Foram planos feitos
Momentos sonhados
Babaquices que só eu sei
O coração disparou
As cores ficaram mais vivas
Eu sinto como se fosse pra sempre

~

Eu poderia ter alguém,
Alguém melhor se quisesse

Mas a esperança, o sonho bobo é mais forte
Ah isso me desatina
Desatina minha cabeça de menina

Se você soubesse o que eu sinto,
Como eu sinto
Ah ! meu anjo, que me faz falta todas as noites,
Nas horas mais sombrias

Eu sei que ninguém entende realmente a intensidade,
Mas o que importa é você
Se você me conhecesse de verdade ...

Acontece que os padrões são cruéis,
e pequenas coisas tem muito valor

Mas mesmo que nossos mundos sejam opostos
E final feliz
não exista pra essa história,
ela não devia ter começado.

E ainda assim,
mesmo que tenhamos vidas tão opostas
pensamentos tão contrários,
mesmo que você pertença a um mundo que eu não conheço,
eu te quero, te busco e te sonho,
como a menina mimada que sou.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Faltam 9 dias.
estão decididos lugar, buffet, decoração, dj, valsa e vestidos.
falta convidar algumas pessoas.
será que todo mundo vai ?
será que vai ser como eu sonhei ?
tô morrendo de medo de num ir ninguém.
medo de a valsa ficar feia.
medo de tropeçar.
de pagar um mico.
eles estarão lá.
ai meu Deus.!

já nem sei mais quem me completaria como princesa.
acho que a princesa aqui decidiu não viver mais um conto de fadas.
Tô morrendo de anciedade e medo.

Sábado teve festa.
enxi a cara de ponche, mas não fiquei bêbada, por mais que o Chico tenha tentado. rs

Mas tô feliz.
com os ultimos acontecimentos, tô muiito amiga da Babi e o Pê me deu um sermão que me abriu os olhos.
e ele me disse o que eu sempre me recusei a escutar.
e eu descobri que preferia a incerteza do talvez a certeza do não.
escrevi um poema ontem. mostrei pra ele. a reação foi simplesmente simples.

sabe que eu quero mesmo agoraa ?
minha festa, meus amigos, balada e muiiito ponchoooooo³

ainda não chegou a minha hora de fazer e acontecer.
maas espera, que quando chegar, ninguém me segura.

pra não esquecer.
Tô morrendo de saudades da Pipoca e da Monique
Amo meus Parceros da escola [/Babi, Pê, Stefanny, Dani, Fê, Mayara, Paulinha, Thays, Pig's, Xuxu, Preto e zóio]
e Amo demais da conta meus amigos, aqueles de todas as horas [/Clara, Betty, May, Flávia, Rô, Chico, Fabiano, Eli, Carol, Prima.]
e amo minha família.

Obrigada por não me deixarem desistir.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

mais uma da poeta do Algo de mim.

Eu te esperei enquanto a lua subia, cheia e branca ao céu. Como um rabisco de giz no quadro negro.
Eu te esperei enquanto os ventos brincavam com o meu cabelo, tentando jogá-los na minha cara para
que eu não mais pudesse ver a dor que estava diante de meus olhos.
Eu te esperei enquanto as estrelas brincavam de correr, para não serem pegas pela solidão, assim como eu
sempre era.

Eu vi as estrelas fugirem de mim.
Como se tivessem medo de chegar perto demais.
Naquela noite o céu ficou completamente negro, salvo a lua que logo se ergueu ali.

Eu te esperei enquanto o sol acordava e os primeiros raios de luz tocavam minhas pálpebras.
Eu te esperei enquanto o dia caminhava e não me chamava a caminhar com ele.
Eu te esperei enquanto meus pés queimaram ao tocar o solo quente.
E logo voltaram a mim, com medo de pisar ali de novo.
Mas já queimados, suportariam a dor, e eu os fiz cegos para continuar andando.


Vi o sol ir embora, feliz por poder enfim descansar.
E eu, aliviada, por poder me esconder nas águas escuras que via se aproximando.
O céu logo escuresceu novamente e a lua ergueu-se.
A escuridão me fazia segura, e ali nada poderia me alcançar.
Exceto você.

Eu te esperei por mais alguns milênios. Alguns séculos correram e eu mal vi o tempo passar.
Dia e noite se convertiam e confundiam-se enquanto eu estive parada ali.

Agora, a noite tomou conta novamente. Consigo escutar as estrelas zombando de mim.
Volta e meia,a lua se aproxima e tenta me ajudar.
Mas não consigo alcanca-la e sua ajuda fica longe demais.

Eu te esperei enquanto mil sóis se punham e eu não pude fazer nada para impedi-los de ir embora.
Eu te esperei enquanto a lua não me quis mais e se escondeu atras da montanha.
Eu te esperei enquanto minhas palavras voaram com o vento e fiquei sem voz.
Eu te esperei enquanto as estrelas cansaram de zombar de mim e também se puseram distantes.
Eu te esperei até cansar de mim mesma e abandonar uma parte minha, só pra continuar a te esperar sozinha,
sem ter que me preocupar com o amanhã.


uma observação da blogueira:
Eu te esperei, sim, eu te esperei.
até que não tivessem mais esperanças e ficassem apenas lembranças.
e, olha que surpresa estranha
por incrível que pareça,
meu subconsciente permanece a te esperar.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

esse é de Alvaro de Campos, Heterônimo de Fernando Pessoa. tava sem título.

Não: devagar.
Devagar, porque não sei
Onde quero ir.
Há entre mim e meus passos uma divergência institiva.

Há entre quem sou e estou
Uma diferença de verbo
Que corresponde à realidade.


Devagar...
Sim, devagar...
Quero pensar no que quer dizer
Este devagar...

Talvez o mundo exterior tenha pressa demais.
Talvez a alma vulgar queira chegar mais cedo.
Talvez a impressão dos momentos seja muito próxima ...

Talvez isso tudo...
Mas o que me preocupa é esta palavra devagar...
O que é que tem que ser devagar ?

Se calhar é o universo...
A verdade mada Deus que se diga.
Mas ouviu alguém isso a Deus?

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

A lua, O Lipe.

Fazia um tempo qe eu tava a fim de falar sobre a lua aqui, fui tentar desenvolver o assunto com o Lipe no msn, e ele me passou a perna. escreveu coisas maravilhosas, que eu queria ser boa o bastante pra escrever isso. eu escrevi um trecho, depois ele se empolgou, e encheu meus olhos de lágrimas:

#Carol _ diz: ela é luz, e como é branca, uma luz que guia pra um caminho bom, mas se a gente prestar bem atenção, a lua sempre está por perto. apontando para nós, então, o caminho bom começa de nós mesmos.

a lua pra mim é refugio. já reparou que se admirar ela por algum tempo? você se desliga do mundo.

essa é a parte que ele começa a escrever. e não para:

LIPE _ Diz: " a lua representa mais q eu simples satélite do sistema solar, quando tiver a oportunidade de observa-la em uma noite fresca vera q ela representaa algoo magicoo e se pararmos pra pensar vaii muitoo alem da fisicaa, uma superficiee totalmentee brancaa, q brilha aos reflexos do sol, uma luz q pode nos trazer algoo magico como a paz interior, quandoo vc começa a admirar sua beleza vc repara cara mancha em sua superficie cada cratera a nos faz pensar o quao grande eé o universoo, um simples olhar para a lua pode nos trazer a resposta a algo q parece ser impossivel de se responder, ela nos fornece a chave para o mundo da imaginaçao, quantas vezes vc ja ñ olhou a lua e se desligou do mundo, havia apenas uma coisa q preocupava a hora q eu tiver e ir embora, a partir da lua se pode ter varias perguntas e tbm muitas respostas como por Ex. 'Meuu como isso pode surgir e ser tao beloo assim, como o espaçoo pode conter tantas coisas incriveis...A lua é um refugio q nada no mundo pode oferecer, pode criar alegrias e sentimentos q nada pode se igualar.."

e superdotado da inspiração que a lua trouxe, ele continuou:

"Imagine vc deitado com sua Garota num gramadoo onde ñ ah nenhum barulho apenas o do vento batendo nas folhas das arvores, aquela brisa do ar tocando suas faces, os dois conversandoo olhando aquela maravilha branca q inesplicavelmente apareceu em cima de nos para nos alegrarmos, aquela conversa q vc comeca a observar enquanto aquela pessoa amada esta falando bate aquele apertoo no peitoo q diz "Isso é perfeitoo" vc interrompe seu amado( a) e diz "Ei ñ a lugar no mundo q possa substituir esse momento " e sussurra em seu ouvidoo " Eu te Amo", entao iluminados por aquela coisa brilhante no ceu os dois se beijam.."

e ainda queria que eu complementasse isso.
impossível.
ficou perfeito.
quando eu crescer, quero escrever igual a ele.

depois disso ficamos falando dos nossos romantismos.
mas, meu, amei cada letrinha que ele digitou.

os créditos desse post são todos seus, Lipe.♥

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

mais um medo.

é horrível a sensação que eu estou tendo agora.
olhar o futuro e ver a grande possíbilidade de ele não estar lá, como um colega que seja, é horrível. parece qe o futuro será vazio, dá calafrios.
eu, sempre sonhando, querendo te-lo lá [no futuro] prejetar um futuro real e não conseguir enxergá-lo, é estranho.
me dá aflição.
é uma sensação completamente nova pra mim, mas acho que a conheço.
Quero poder um dia rir com ele de tudo o que eu sinto e escrevo aqui, mas a sensação de que não poderei fazê-lo me desespera.
agora eu tenho mais um item na minha lista de maiores medos.
o de perdê-lo completamente, Tê-lo menos que agora.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

pequena partilha

oiee ;D
eu tava planejando um post beem legal assim que me passassem as fotos da escola dessa semana. mas eu num consigo passar tanto tempo sem postar \o/

enfim, terça num fiz nada que prestasse nessa vida, a não ser tirar fotos com nariz de palhaço [tô viciada nisso]. Ontem, num fui pra escola [perdi duas provas argh!], mas fui fazer a prova de admição no C.A.M.P, eu particularmente considerei a prova mooleza \o/ só tem duas questões que eu ahco que errei(Y), como eu sou booa menina, dedicada, cheguei no lugar uma hora antes e fiquei esperando. aquele silêncio e o fato de num tê-lo visto me deram uma inspiração, peguei minha caderneta e comecei a escrever ... ficou uma merda. vou colocar só uma editada okay ? o resto é secreto. aiin tem tanta coisa que eu ja escrevi e que ninguém leu, vou ser legal e compartilhar alguns versos aqui.

será que eu posso te guiar os passos,
ser dona de teus abraços ?
Posso eu te substituir,
ou eu estou realmente fadada a tentar te fazer feliz ?
posso ?

eu não sei realmente nem o que é poder,
não quando o coração palpita,
as mãos tremem
e os pés perdem o chão
e só o que me faz bem é viver nesta ilusão,
afinal,
teria eu realmente sonhado antes de te conhecer ?



By.:Lifee

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Três dias


Sábado
, fui com o Eli e o Fabiano [/meusmodelos] experimentar smookings. já chegamos lá causandoo. mexendo no estoque e tudo maiis. fora qe eles foram chamados de modelos por uma mulherzinha lá. como pode ficar chamando os homi das outras de modelo assim na cara duuraa ?! \o/

Domingo, ensaio !
confesso que tava uma pilha de nervos só em saber que ele viria pra cá. Resolvi começar a me arrumar cedo pra tentar ficar um pouco bonita, talvez ele notasse ... mas quando eu tava dando os ultimos retoques no make os meninos chegaram aqui [meia hora antes do combinado. eles são demaiis♥] e no fim das contas eu fiquei horrivel, mal vestida e idiota como sempre. mas foi muito bom o ensaio. deu pra passar alguma coisa, eu acho. o problema é que o time ta com um grande desfalque. mas se Deus quiser, tudo vai dar certo.

Hoje, parque rizzo e uma surpresa !
Imagina acordar cedo na segunda feira e ir pro parque rizzo com a Dani. cheguei lá, achei que eles num tivessem ido, quando vi tavam eles [o Pê e ele], dois meninos da sala, o japa do 1ºB e mais uma renca de moleques que eu nunca tinha visto. juro que me assustei =O
mas foi até qe legaal [teria sido bem mais se tivesse menos pessoas], subi em duas árvores com o Pê \o/
mais tarde, quando eu olho, do nada, o Pê e a Dani quase se pegandoo. confesso que fiquei em choque. me esforecei tanto pra criar a menina e é assim que ela me paga. shuahsauhsuahsua.

enfim, tudo muito bom. quase perfeiito =)

Brigada Amigos ! [/os do ensaio e os de hoje♥

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

E hoje ...

eu quero fazer tudo diferente.Passar por outro caminho,escutar outra música.Sonhar outro sonho, respirar outro ar.Dizer outro nome, imaginar outro alguém.
Ser feliz de outra maneira. de várias maneiras.

fonte

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

eu estava no myspace do Catch side, dai fui ver o clipe da música 'Temporário' no studio Oi, e descobri duas coisas:
não gosto muito dessa versão, prefiro a acústica
e o baterista, Galha, fica muiito fofo de óculos, com cara de nãrd, do jeitinho que eu gosto (Y) quero um desses pra mim*-* shuahsauhsau
ai vai o vídeo:


e eu também recomendo que escutem dança comigo. num tem uma letra que faz vx fechar os olhos, mas eu acho o refrão tão meiguiinho*-*


beijomeliga;D

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Aos 15

Meu aniversário poderia ter sido bem melhor, mas conseguiram estragar.
mesmo assim, agradeço imensamente a Deus, responsável pela minha maturidade e por cada particula do meu ser.
quero dedicar meu carinho a Fê que me aguentou chorando às 7:30 da manhã, ao Pê que me disse palavras lindas que enxeram meus olhos de lágrimas, a todos da sala que me deram 'aquele' abraço coletivo e cantaram parabéns, à Betty que fez um bolo igual ao dos meus 13 anos, à Clara, à May e à Flávia que me consolaram, a Mamãe e Papai que me fizeram e criaram, aos brothers que me ajudam sempre que preciso, à Monique que me fez chorar com suas palavras e à Dinda que me fez lembrar de diias maravilhosos e a todo mundo que lembrou de miim.

Planos meus 15 anos

*a Festa, é claro
*Me dedicar mais
*fazer quantos cursos puder
*aprender a viver sem dar tanta importância a ele
*parar de falar palavrão [já tô diminuindo]
*sair mais, curtir sem pensar muito mais nos outros
*usar brincos [oun tô virando mocinhaa*-*rs]

sinceramente, eu não tô nem um pouco bem pra fazer um post de 15 anos descente.
maas, neem acredito. meus 15 anos caraaa. esperei tanto por esse dia. como eu disse, só falta uma coisa pra completar a princesa.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

oi ;]

/tá eu sei que o blog não ficou tão bom, eu também esperava mais. mas é que eu comecei a ter surtos de meiguice e ele iria acabar ficando muito meiigo, vocês iriam odiar aquela coisa, azul bebê, com amarelo clarinho e um toque de rosinha.

/sim eu sou meiga(Y)

/tô confusinha da Silva

/o Pê voltou pra escola

/quero jogar UNO \o/

/tô tabalhando em um novo poema, tentando deixar ele menos pior, afinal, poema bom daqui é dificiil !

/tô master desanimada. tem muita gente desistindo de dançar na minha festa. nenhuma consideração, sabe ?, mas com a graça de Deus, vai sair tudo bem.

/escuta a música "long december" do Counting crows, eu tenho quase certeza que você ja ouviu-a, mas vale a pena ouvir denovo.

/preciso de um ursinho de pelúcia gigante pra dormir comigo a noite, abraçar o fanfa num supre mais minha carência. shuahsauhsua

/preciso de um dia calmo e relaxante, conversando e fazendo piquenique no parque rizzo.

/beijomeliga;D

terça-feira, 13 de outubro de 2009

sugestões. please.

Tô mudando o desing do blog, tá meio dark, eu sei, quero colocar cor nos pequenos detalhes, algumas imagens, sei lá.
quero mudar o título também. eu sei, "My dirty little secrets" é um ótimo título, mas precisa mudar, eu gosto de mudar, e preciso mudar.

vou fazer uma pesquisa perguntando pro povo qual seria o melhor pro blog:
~*Playfully confused [divertidamente confuso]
~*Faces de um mesmo segredo
~*Cara de paisagem [poker face] [/táeuseiqueétosco
~*garage glamourous [olhar glamuroso]
~*jeans e allstar
~*Angel in blue jeans [anjo de jeans azul \o/
~*Fumbling the dressers [bisbilhotando as gavetas]

se tiver alguma outra idéia, sugestão, palpite, ou algum preferido dentre esses, comenta.(Y'

beiijo.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Um feliiiz dia das crianças.

~*estavamos na casa da Flávia lendo o diário da Betty, quando descobrimos qe ela fuma cocaína. shuahsuahsuasa. raxeii'

~* May como é mesmo o nome do filme?

~* o destino é a ponte que fazemos até a pessoa amada.

~*Foca para ti, foca para mim, foca pra todo mundo ser feliz ♫

~* veeerrrrrrrdinho

~* vcê me entende né amiga ?

[/só a gente sabee.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Hoje faltam apenas 10 dias para meu aniversário, a anciedade toma contaa, mas sabe, eu num tô afim de comemorar. minha festa mês que vem eu quero é lógico, maas comemorar, no dia 19 meesmo eu tô desanimada.
a Babi deu idéia pra cabular aula e irmos fazer piquenique. amei a idéia. estar com eles num dia tão especial seria maravilhoso pra mim, mas falta algo.
sabe, algo mais que todos os livros e roupas que eu desejo ganhar, mais que comiida gostosa, mais que não ir pra escola, mais que um monte de recados fofos e abraços desajeitados. eu não sei explicar. mas falta algo pra eu me sentir a princesa que toda menina se torna no dia dos seus 15 anos.
eu num sei bem o que é, se alguém souber, me fala.
~

alguns tópicos.
~*uma semana como todas as outras. ele faltou na terça-feira, mas eu até que reagi bem a isso.
~*O Rô veio aqui e eu apresentei a 'raspadinha' do point da vila pra ele. foi muito bom desabafar com ele*-*
~*Video-aula de história na saba de vídeo. foi bom, aconchegante, meigo, fofo. ela poderia passar vídeos que dão sono mais vezes. =D
~*notícia que meu deixou confusinha da Silva. se num fosse a Babi eu tinha um trecoo.
~*quero uma meia-calça vermelha
~*quero ir andar de bicicleta num parque mas num tem dinheiro =//
~*Preciso dar um gelo em certas pessoas
~*quero cadarços legais pro meu all star de cano médio
~*quero ler "o diário de uma princesa [de Meg Cabot, eu acho ]
~*Tô felizona porque as meninas vieram aquii hoje \o/
e a May tá namorando *-* [felicidades amigaaa]
~*o Pê num vai mais voltar pra escola esse ano =( agora fiquei com vontade de postar um vídeo tosco que ele gravou na sala ha muito tempo, aquele deia ele foi mais que um colega-psicologo-amigo-conselheiro pra mim, fou um anjo. eu tava tão mal que tava feia e descabelada, mas o importante é que aparece o Pê



pra entender o víedo: Eu tava pensando que era foto, e num tava ouvindo o que o Pê tava perguntando, quando o professor se aproximou eu bati na mão dele pra esconder a câmera, foi quando eles começaram a falar do Ronaldo, dai bateu o sinal e a turminha do truco começou a se juntar, eu disse que amava o Pê e a professora apareceu na porta e tivemos que dealigar a câmera :S
aaH saudades *-*

beijomeliga;D

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

estava [por um milagre!] fazendo a lição de casa de português, lendo alguns textos, não pude deixar reparar em alguns que falam de amor e felicidade, ilusão e esperança, preciosidades, e resolvi que aos poucos postarei-os aqui. o nome da série será "amor/felicidade".
o primeiro, uma coisa técnica, depois um soneto de Camões.

"[...] para Camões, Amor [com letra maiúscula] é um ideal superior, único e perfeito, o Bem supremo pelo qual anciamos. Mas, seres decaídos e imperfeitos, somos incapazes de atingir esse ideal. resta-nos a contingênci do Amor ideal. A constante tensão entre esses dois pólos gera toda a angústia e insatisfação da alma humana."

Soneto
Luís de Camões
Busque Amor novas artes, novo engenho,
para matar-me, e novas esquivanças;
que não pode tirar-me as esperanças,
que mal me tirará o que não tenho.
Olhai que de esperanças me mantenho!
Vede que perigosas seguranças!
Que não temo contrastes nem mudanças,
andando em bravo mar, perdido o lenho.
Mas, conquanto não pode haver desgosto
onde esperança falta, lá me esconde
Amor um mal, que mata e não se vê.
Que dias há que n'alma me tem posto
um não sei o quê, que nasce não sei de onde,
vem não sei como, e dói não sei por quê.
~

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

[mais uma] DECLARAÇÃO

eu queria de verdade falar isso olhando nos olhos dele, mas num sou tão idiota assim:


Ah meu menino, você pode ser o pior ogro, a fera, um trasgo talvez, maas esse teu olhar, tua voz, seu sorriso malicioso, teu toque que me completa e me desatina, aH isso tudo me faz permanecer sonhando mesmo quando não há mais esperanças, mesmo quando tudo é nada, mesmo quando você é distante, mesmo quando eu sou estupida, ainda assim, me sinto completa ao saber da tua proximidade. não somos o casal perfeito, mas ter sua amizade, ou vir tua voz, um "bom dia!" que seja, mee faz sentir como a menina bobinha de 4 anos atrás e ao mesmo tempo a mulher em que estou me tornando aos poucos, aH meu anjo, meu tesouro, minha paixão.♥

domingo, 4 de outubro de 2009

Por sexta e sábado.




Por sexta:
foi aniversário da Betty, todo mundo foi pra pizzaria, até a Ju e a Elisa que eu num via faaz tempo. eu era a única desarrumada e dascabelada, mas tava com elas. depois fomos pra praça. causamos. descobri que o Chico é um porco nojentoo [/rs. enfim, se eu ficasse horas aqui escrevendo num ia ter como explicar.
Por sábado:
ontem eu estava preocupada com ele e muito desanimada, sem vontade nem de ir no barzinho ver a Pipoca. depois de levar minha prima pra tirar as medidas do vestido de debutante, fui comer churros, e quem eu encontro ? [tchan tchan tchan tchan ♫] O Chico e o Rô. fiquei conversando com eles, depois fomos ver o Fabiano e ele não estava lá. fomos ver o Eli e ele não estava lá, fomos na casa do Chico, eu ia conhecer a mãe dele e ... adivinha ? ela não estava lá\o/. com todos os sonhos frustrados, fomos jogar UNO na casa da Clara. e ela estava lá \o/ e a Carol também [uhuuul] jogamos até um certo horário, depois o Chico veio me trazer em casa. Ah e eu roubei a pulseira dele =D. enfim, se não fossem eles, não sei o que teria sido do meu final de semana, sozinha e preocupada.
amo vocês

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Flash Back

umas noticias rapidinhas sobre miim, já que meu blog tá tão chato que ninguém comenta maiis =/

~* Eu vi a Pipoca domiingo. abracei, beijeii, matei a saudade e ouvi os conselhos maravilhosos delaa. aaH ela é uma fada meesmo*-*

~* A Fê me deu uma flor que ela ganhou na igreja dela que é só pra aquelas pessoas que eles querem ver muiito felizes \o/ quem diria que a Fê, que eu conheço a tão pouco tempo, justo ela, lembrou de miim. aiin a flor é um mimoo. e a Fê tambéém.*-*

~* Os Preparativos pra minha festa estão começando a fluiir melhor. as meninas foram recrutadas e algumas já tiraram as medidas do vestido. falta a confirmação de alguns meninos e eu convidar o Rô. vou falar com ele o mais rápido possível. mu vestido está em faze de criação, nem sei bem como ele vai sair, mas com a Graça de Deus, eu vou ama-lo. Eu não vou ter um príncipe do jeito que eu realmente queria, mas o meu príncipe é um amor, um príncipe de verdade.

~* tô com uma tosse de vaca velha que chega a doer na garganta. ontem eu fiquei com febre, e uma dor de cabeça quase me matou [e a fdp tá voltando agora]. dormi o dia inteiro e ainda calcei meia sem ser pra usar com tênis, coisa que eu nunca faço.

~* sexta feira a professora de matemática me expulsou da sala, só porque eu terminei minha prova ee nun conseguia fechar minha matraca. a Culpa foi do Augusto e da Steniffy que ficavam puzando assunto¬¬

~* faltam 20 dias pro meu aniversário \o/ e 59 dias pra festa.

~* tô com vontade de assistir uma comédia romântica romanticamente, manja ? maas o filme tem que ser bom.

~* Me recuperei fisicamente de tudo aquilo que aconteceu no ultimo mês. o psicológico ainda tá meio abalado, mas como diz a música "Rainha do espaço, coração de ferro e os nervos de aço ♫

~* tô sem R$ nenhum e tenho duas idas à pizzaria marcadas. quem me bancaa ?

~* Tô feliz porque a Babi vai pro T.L.C \o/ um diaa, vou levar todos os meus melhoores amigos. é um sonho que eu tenhoo desde que percebi que depois de uma grande mudança na fé, as pessoas se tornam mais felizes. Com Cristo, comos mais que vencedores.

~* Pensei muito no Chico hoje, num sei porque. Chico, cê tá bem ?

~* a Thays é canibal.

~* Tô planejando uma apresentação mara pra proxima aula de artes. Dança do Ventre ou Moulin Rouge ?

~* Tô com muita saudade do Pê, e preocupada com o Biel e com o Wesley.

~* A Betty e a May sairam da seca [/muitofelizmesmoamigas♥] \o/

~* a Clara fez uma invasão liinda no meu perfil no orkut. chorei.

~* Tô feliz, porque geralmente, nas situações difíceis, só tem briga na minha familia. e desta vez estamos lutando unidos.

~* Alguém poderia me ligar pra dizer que me ama ? eu sei que todos os leitores deste blog que me conhecem tem meu número. hunpf.


Uma Frase que me encantou, vi no blog da Dani.
"O fracasso não será mais pagamento pelo meu esforço. Assim como a Natureza não preparou meu corpo para tolerar a dor, também não determinou que minha vida sofra o fracasso."
interprete-a.

num lembro de mais nada por hora.
comeenta please.
beiijomeligadizquemeamaedesliga.

sábado, 26 de setembro de 2009

Primeiro Dê ♥













Essa semana eu percebi, mais do que nunca, o quanto eu amo a minha classe e as pessoas de lá.

o lado da sala em que eu sento é uma espécie de 'elite' da sala de aula. ao mesmo tempo que se tem grupinhos, formamos um gupo só e muito unido. e eu não quero ter que sair de lá e perder tudo aquilo.

não quero perder as brisas com o Pê [e quero que ele volte logo]

não quero perder as besteiras ditas com a steniffy, nem os conselhos com a mayara e com a fê, muito menos as trocas de idéias com a Babi.

não quero perder minhas manhãs divertidas com o Wesley, o Vitor e o Igor.

não quero perder os momentos com o Augusto.

não quero perder as piadinhas e os msn de papel com o Luis, o Abner e o Eliade.

não quero perder a amizade que construimos juntos.


eu amo muito aquele primeiro ano e quero permanecer com eles a´té o terceiro, e se possível, ir além

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Be myself, be yourself, be happy !

ultimamente eu tenho avaliado e reavaliado muito meu jeito de ser e cheguei a conclusão que eu não preciso parecer uma alternativa rocker, uma emo, uma punk, uma clubber, ou uma hiperpatricinha.
eu não preciso, não quero e não me limitar a um só estilo de música, de roupa, de vida.
a Vida é bela exatamente pelas suas diversidades.
é claro, eu não gosto de toodos os estilos [tem alguns que eu não suporto], mas já que nossos estilos geralmente refletem o que somos e eu sou romântica [embora não pareça], sou sonhadora [até demais], sou moleca, sou meniina, sou delicada e sou bruta, sou do contra, ou a favor demais ... enfim, eu, assim como você, sou um milhão de coisas em uma só e é isso que me torna eu mesma. e eu posso sim, gostar de bandinhas idiotas como 'cine', e te Bandas phodoonas como 'Oasis'.
o que eu quero dizer é que eu estou cansada de ver as pessoas, minhas amigas, sempre se limitando a parecer apenas uma coisa, quando o legal é viver tudo o que somos ao mesmo tempo.

is this.
~

aaH acabei de descobrir no myspace uma cantora de musica country e pop japones que é mara, a Rie Fu, vale a pena escutar.

beiijomeligapramecontarsegostou;D

sábado, 19 de setembro de 2009

UM POST FELIZ !

falta exatamente um mês para eu completar 15 anos.
tipo uma grande realização.

meuu. há dez anos eu sonho com esse dia.
OMG
tá chegando.
ee a festa também, 28/11 tá cada vez mais perto.
aaH eu vou infartar de tanta anciedaadeee !

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Uma breve história de paixão sem sentido.

Eu não sei porque perto dele, sempre falta um pedaço da verdadeira eu. acabo tendo atitudes que não são minhas. Eu não sei como ele consegue causar isso. o que eu fiz hoje teria sido lindo. se não tivesse sido tão estupido. por alguns instantes, achei que estava perto do meu "felizes para sempre enquanto durar" maas percebi que éra só ilusao. segunda feira, seremos os mesmos amigos carinhosos e bestas de sempre. isso dói. sangra.

Já que estive tão perto da realização do meu conto de fadas, resolvi lembrar como tudo começou.
aH, eu me lembro beem. mas ainda não sei onde eu errei.

O primeiro olhar.

Primeira semana de aula, eu estava me sentindo perdida naquela sala onde ninguém gostou de mim. havia uma carteira vazia na minha frente, eu cheguei, sentei, e estava pegando o material na bolsa, quando levantei, olhei pra frente e o vi: Ele estava atravessando a sala, provavelmente na direção daquela carteira vazia. meus pensamentoss dispararam. "nossa, como ele é alto e grande. deve ser daqueles Populares que se acham e só dão atenção pra aquelas garotas gatas, gostosas e populares. provavelmente, nunca vai me enxergar. mas ainda assim, eu vou tentar ser amiga dele." Apartir daquela hora, o tal do pontinho de esperança surgiu. Um sentimento bom. Meu coração Pediu pra se apaixonar. e eu, bobinha, desde então iludida, o concedi esse pedido.
Ele chegou até aquela carteira vazia, na lembrança, eu só enxerguei a ele nitidamente, o resto da sala é só um borrão, ele pendurou a mochila na cadeira, eu olhei para cima -como ele é grande- lembro-me que dissemos "oi" ao mesmo tempo. mas para mim foi diferente. Foi a primeira vez em que eu vi aqueles olhos estreitos, que quando bate o sol ficam castanho-claros, aqueles cilíos os emolduram perfeitamente. os lábios carnudos dele, o queixo cumprido. um tempo depois eu descobri que naquele momento, meus olhos encontraram um anjo.
nos primeiros dias ele era só um menino grande e folgado. Vivia pegando minhas canetas, borracha e apontador, no terceiro dia, ele ja nem pedia mais permissão. Na segunda semana, ja nos davamos muito bem. Pela primeira vez, ele me contou como foi o seu fim de semana. Naquela hora eu pensei "ele é o máximo". no primeiro mês e meio, enquanto sentavamos nessa formação - eu na carteira de trás dele -, descobrimos que nos dávamos muito bem.
O Pedro, o melhor amigo dele, e agora, um ótimo amigo meu, entrou na nossa sala. Quando foi feito um mapeamento na sala, ficamos a uma carteira de distância, eu na segunda fila e ele na quarta, o Pedro entre nós. Eu já estava completamente apaixonada, e passava meu tempo livre prestante atenção nele. o Pedro percebeu.
Até então eramos todos bons colegas. mas sabiamos que se precisassemos poderiamos contar uns com os outros. Aos poucos adquiri grande confiança no Pê e na Babi, mas dele, eu queria mais que isso.
O primeiro passo para a nossa profunda amizade, foi o dia em que ele, confuso com o coração, não sabia o que fazer com o relacionamento dele, veio conversar comigo. eu respirei fundo. Eu sempre quis o melhor para ele, e, em nome da felicidade dele, dei os melhores conselhos que eu podia dar, e depois disso, cada vez que ele se entristeceu, eu dei o melhor de mim, tudo o que eu queria era vê-lo bem.
A minha felicidade, sim, começa a partir da dele.
se ele ficar mal, eu ainda vou ser aquela que quer ve-lo bem.
Eu, a menininha bobinha, tenho crescido muito graças a isso.

~

Alguns pensamentos a parte.

~*e a CDFzinha que ama contos de fadas, está mudando. talvez, um dia eu vá rir muito desse blog. mas hoje, eu sinto a dor, o amor e a felicidade de cada uma dessas palavras.

~*enfim, eu realmente não sei porque, ou para que tais coisas estão acontecendo. Se não vai ter nem meio e nem fim, porque começar então ?

~*o toque dos lábios dele é tão suave, delicado. me faz delirar, pena que não sejam meus.

~*Eu o entendo completamente, mas é por nós dois que eu luto. mais por ele que por mim. ele merece alguém que o queira bem. sim, ele merece.

~* como na musica, o bem que eu preciso no momento, é ele.

eu ainda vou poder sonhar.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

eu fico imaginando o que me torna tão idiota.
Me preocupo com ele, feço tudo por ele, só quero ver o seu bem, mas não adianta. Ele não reconhece, não valoriza. não se concentra num simples resumo que vale nota pra me ver feliz, e eu ainda tento defender, mas não adianta, ele continua em seu pedestal. O "fodão", o "mala", o "poderoso", quando no fundo, ele é tão normal como qualquer pessoa. tá eu sei que ele não é qualquer pessoa. ele tem qualidades realmente, ótimas, mas parece que ele acha melhor se fazer de "o maximo" em um pedestal. Ele precisa de alguém a mais que as diversões de fim de semana dele, mas não assume issop nem para ele mesmo.
E eu queria não chorar, não criar rugar de preocupação com isso.
Queria ser aquela a quem ele quer bem, de quem ele precisa, com quem ele se importa. Queria ser aquela de quem ele sente falta, quem ele quer abraçar a todo momento. Quero completar ele. permanecer com ele numa felicidade mutua.

uma musica ? "Se você quiser", da banda Cine.
ain eu fiquei com ela grudada na cabeça, enquanto escrevia isso na ultima folha do caderno, na escola.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009


faz tempo que eu num falo de mim.

mas vou traduzir tudo em uma frase de Fernando Pessoa.

"...E eu que tenho sofrido a angústia

das pequenas coisas ridículas..."


Eu não lembro o nome do poema, mas é lindo.
e realmente, eu tenho sofrido dor por coisas tão ridículas.
uma paixão não correspondida e carência não são motivos que merecem consumir meu tempo.
eu já me acostumei com isso.
ja nem choro mais.
Só não entendo como ele fica feliz em ter alguém apenas parcialmente. mas como disse, "pequenas coisas ridículas", mesmo assim eu continuo sendo a quela que quer vê-lo bem.
Embora eu preferiria poder mergulhar em uma nova paixão, uma mais feliz. mas tudo o que Deus faz tem um porque. acho que é pra acabar assim mesmo, euu que não soube interpretar.
Dica de música: Catch side- O bem que eu preciso
"O roteiro da vida é feito de fases e escolhas
Temos que abrir mão das coisas que mais gostamos
Por não termos coragem para enfrentá-las de frente
Os erros nos levam a nossa propria evoluçãoE é com ela
Que daremos largos passos em busca da felicidade "

Pedro Padilha

A carta começa assim:
"Embu, 14 de setembro de 2009
Aula de biologia

Eu estava muito bem até saber que você está mal, agora, você sabe, fiquei mal por você.
[...]
Você faz mais falta do que imagina. "

O Pê tá com gripe suina e eu tô morrendo de preocupação.
Tô fazendo uma carta pra ele.
espero que ele goste.
porque eu tô muito preocupada, mas, vocês sabem, eu ´sou péssima pra traduzir meu sentimento de amizade em palavras.
deve ser porque o amor não se explica.

Quero e sempre quis o melhor pra ele.
e estou conectada a ele, mandando 'positive vibrations' pra ele melhorar logo, voltar pra escola e pra gente organizar 'A FESTA' naquela escolaa !

amovocêPedro

domingo, 13 de setembro de 2009

Melhor plaY



É tradição pra mim e pras minhas amigas irmos na excurssão da minha antiga escola ao playcenter todos os anos.


a deste ano foi ontem.


noite do terror, "noite maldita" com vampiros [gatos e cheirosos] por toda parte.


aiin as melhores companias [Clara. Betty, Flávia, Chico, Rô, Eli e Fabiano]


uuns beibees na miinha vida.


tornaram meu playcenter o marco inicial de uma decisão bem séria que foi preciso tomar na minha vida.




quando eu fuii tirar foto com um vampiro gato do beem, me deu vontade de eu morder o pescoço dele, juroo. haha'




Sentir aquela adrenalina é muito bom, sentir meus amigos perto é muito bom, sentir o perfume dos vampiros é muito bom.


enfim, não adianta eu tentar explicar aqui.


sóo eu sei como foi maravilhoso.




e Chico, você não me abalou okaY ;D

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Crismada, confirmada.

O Crisma, como aprendi, é o sacramento da maturidade, onde confirmamos o nosso batismo e, então, estamos aptos, maduros o bastante para a nossa vida cristã.
Eu confesso que não acreditava muito nisso, maas ontem, depois de cada abraço, de cada olhar, quando eu sai da Catedral, eu me senti renovada, eu agora tenho responsabilidade e maturidade, sim, para tomar minhas decisões por mais que o mundo diga que não.
eu continuo sendo a menininha divertida, mas há uma necessidade dentro de mim de mudar, de ousar, de crescer, de ser uma nova eu, sem nunca perder minha essência.
eu agora tenho, confirmadamente os dons da sabedoria, inteligência, ciência, conselho, piedade, fortaleza e Temor de Deus. e o melhor de tudo, é que tudo isso foi me dado pelo Divino Espiríto Santo, que vai me segurar cada vez que eu cair.
Com a minha sabedoria, eu vou saber dar valor ao que é bom e certo.
Com a inteligência, vou saber permanecer no caminho de Deus.
Com a ciência, nunca mais agirei sem pensar.
Com o conselho, vou cuidar e confortar todos que precisarem de mim.
Piedade, me deixará cada vez mais perto do céu.
Estou fortalecida, para saber me levantar a cada vez que eu cair, vacilar.
Temor a Deus, me levará a alcançar meus horizontes, sendo espelho do Seu imenso amor.
Hoje eu estou completa, preparada para cada obstáculo que me aparecer.
Hoje eu sou uma nova Carol, pois toda a angústia do meu coração foi sufocada pela ação do Espirito Santo em mim.
Sim, eu renunciei à tristeza.
eu não digo que eu ja sou mulher, nem que nunca mais vou cair e me entristecer, mas eu digo que ja não sou mais uma menina, e que tenho forças para me levantar e transformar minhas lágrimas em alegria.

Eu não acreditava, mas agora sei que o Crisma é mais que uma simples tradição.

minha catequista disse uma vez que "o caminho no mundo, assim como o da igreja, é difícil, mas no mundo nós estamos sozinhos, na igreja nós temos Deus."
pra quê então eu iria preferir andar sozinha ?

sábado, 5 de setembro de 2009

Uma música,

faz tempo que eu num indico uma musica aqui né ?
então hoje vim indicar uma do CD novo do forfun.
eu me apaixonei pela letra. tem um "quê" nela, que só eu entendo.

Cósmica - forfun

Cósmica, eletromagnética
Distribui sorrizos
Canaliza positivos ventos
por onde passa

Quântica, calma e dialética
Ela olhou ele nos olhos
E virando o rosto ao vento que soprava
Em silêncio disse o que lhes era essencial
Beijando-o com força de um amor atemporal

Tântrica, natural e mágica
O sutil e o corpóreo
No eterno e transitório
Insatante que se passava

Em meio ao caos sublime da explosão sensorial
Surgiu a consciência de um amor impessoal
Celebrando a vida e a infinita dança universal
Ela envolve a todos que a envolvem
Encontrando a vida ao deixar fluir o curso natural.
~

Essa música me Traduz em cada palavra. e ela é ótima de se escutar.
vale a pena.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Uma breve história - o inicio.

Eu não sei porque perto dele, sempre falta um pedaço da verdadeira eu. acabo tendo atitudes que não são minhas. Eu não sei como ele consegue causar isso. o que eu fiz hoje teria sido lindo. se não tivesse sido tão estupido. por alguns instantes, achei que estava perto do meu "felizes para sempre enquanto durar" maas percebi que éra só ilusao. segunda feira, seremos os mesmos amigos carinhosos e bestas de sempre. isso dói. sangra.
Já que estive tão perto da realização do meu conto de fadas, resolvi lembrar como tudo aconteceu. aH, eu me lembro beem. mas ainda não sei onde eu errei.

O primeiro olhar.

Primeira semana de aula, eu estava me sentindo perdida naquela sala onde ninguém gostou de mim. havia uma carteira vazia na minha frente, eu cheguei, sentei, e estava pegando o material na bolsa, quando levantei, olhei pra frente e o vi:

Ele estava atravessando a sala, provavelmente na direção daquela carteira vazia. meus pensamentoss dispararam. "nossa, como ele é alto e grande. deve ser daqueles Populares que se acham e só dão atenção pra aquelas garotas gatas, gostosas e populares. provavelmente, nunca vai me enxergar. mas ainda assim, eu vou tentar ser amiga dele." Apartir daquela hora, o tal do pontinho de esperança surgiu. Um sentimento bom. Meu coração Pediu pra se apaixonar. e eu, bobinha, desde então iludida, o concedi esse pedido.

Ele chegou até aquela carteira vazia, na lembrança, eu só enxerguei a ele nitidamente, o resto da sala é só um borrão, ele pendurou a mochila na cadeira, eu olhei para cima -como ele é grande- lembro-me que dissemos "oi" ao mesmo tempo. mas para mim foi diferente. Foi a primeira vez em que eu vi aqueles olhos estreitos, que quando bate o sol ficam castanho-claros, aqueles cilíos os emolduram perfeitamente. os lábios carnudos dele, o queixo cumprido. um tempo depois eu descobri que naquele momento, meus olhos encontraram um anjo.

nos primeiros dias ele era só um menino grande e folgado. Vivia pegando minhas canetas, borracha e apontador, no terceiro dia, ele ja nem pedia mais permissão. Na segunda semana, ja nos davamos muito bem. Pela primeira vez, ele me contou como foi o seu fim de semana. Naquela hora eu pensei "ele é o máximo". no primeiro mês e meio, enquanto sentavamos nessa formação - eu na carteira de trás dele -, descobrimos que nos dávamos muito bem. O Pedro, o melhor amigo dele, e agora, um ótimo amigo meu, entrou na nossa sala. Quando foi feito um mapeamento na sala, ficamos a uma carteira de distância, eu na segunda fila e ele na quarta, o Pedro entre nós. Eu já estava completamente apaixonada, e passava meu tempo livre prestante atenção nele. o Pedro percebeu.

Até então eramos todos bons colegas. mas sabiamos que se precisassemos poderiamos contar uns com os outros. Aos poucos adquiri grande confiança no Pê e na Babi, mas dele, eu queria mais que isso.

O primeiro passo para a nossa profunda amizade, foi o dia em que ele, confuso com o coração, não sabia o que fazer com o relacionamento dele, veio conversar comigo. eu respirei fundo. Eu sempre quis o melhor para ele, e, em nome da felicidade dele, dei os melhores conselhos que eu podia dar, e depois disso, cada vez que ele se entristeceu, eu dei o melhor de mim, tudo o que eu queria era vê-lo bem.

A minha felicidade, sim, começa a partir da dele.

se ele ficar mal, eu ainda vou ser aquela que quer ve-lo bem.

Eu, a menininha bobinha, tenho crescido muito graças a isso.

~


Alguns pensamentos a parte.

~*e a CDFzinha que ama contos de fadas, está mudando. talvez, um dia eu vá rir muito desse blog. mas hoje, eu sinto a dor, o amor e a felicidade de cada uma dessas palavras.

~*enfim, eu realmente não sei porque, ou para que tais coisas estão acontecendo. Se não vai ter nem meio e nem fim, porque começar então ?

~*o toque dos lábios dele é tão suave, delicado. me faz delirar, pena que não sejam meus.

~*Eu o entendo completamente, mas é por nós dois que eu luto. mais por ele que por mim. ele merece alguém que o queira bem. sim, ele merece.

~* um poema [esse era segredo]
[...]
Teu abraço que me protege
Tua voz que me rege
Teu olhar que me conforta
Tudo em você,
cada defeito e qualidade
Ah, isso me completa com enorme intensidade.

~* "eu só estou tentando explicar aquilo que eu chamo de amor ♫

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eu estou cansada de sentir o gosto salgado das minhas lágrimas.
não vou postar o que eu sinto aqui hoje, eu estou cansada de mim mesma.
vou então, postar uma carta de duas páginas que uma menina que eu mal converso na sala de aula me mandou hoje, sem nem mesmo saber o que me aconteceu.
Sim, eu ja estou chorando denovo.
e me desmanchei na sala de aula denovo.
o pior de tudo, é que meu unico anjo-humano, é também o meu demônio.
como a expressão "ombro amigo" dói nessas horas.
enfim, vamos à carta:

" Talvez

Talvez Deus queria que encontrassemos pessoas erradas antes de encontrarmos a pessoa certa.
Então, quando finalmente encontrarmos a pessoa certa, saberemos como ser gratos a essa dúvida.
Quando a porta da felicidade se fecha, uma outra se abre.
É verdade que não sabemos o que temos até por demais.
Amar alguém nunca garante que você será amada. Não espere amor em troca.
Simplesmente espere que o amor cresça no coração da outra pessoa.
Mas se não crescer, fique feliz, pois ele pode crescer no coração de uma outra pessoa.
Leva-se somente alguns minutos para se apaixonas por alguém, uma hora para gostar de alguém e um dia para amar alguém.
Mas a pior parte é que se leva uma vida inteira para se esquecer alguém.
Não se deixe levar pela aparência, pois poderá se decepcionar.
Procure alguém que faça você sorrir, pois só um sorriso pode fazer brilhar um dia de trevas.
Encontre alguém que faça o seu coração sorrir.
Sonhe com quem você quiser sonhar.
Vá aonde você quiser ir
Esteja onde você quiser estar, por que você tem uma unica vida e sim uma unica chance de fazer as coisas que quiser fazer.
As pessoas mais felizes não tem necessáriamente tudo, elas simplesmente aproveitam ao máximo as coisas que aparecem no caminho delas.
Você não vai ficar de bem com a vida até que deixe os seus fracassos e dores de lado.
Quando você nasceu, você chorava enquanto as pessoas ao seo redor estavam sorrindo.
Viva a sua vidaporque quando você morrer você será a unica que estará sorrindo, e reze por queles que estão ao seu redor chorando.
Beijos de uma quase amiga, que todo dia pede pela sua felicidade."

Análise da carta.
São palavras confusas e difusas, mas quando se encontra no meu estado, essas palavras são o melhor consolo.

Eu não sei mais como parar de chorar, mas o pontinho de esperança, a luz no fim do túnel, ela nunca se apaga.

pelo menos eu ainda vou poder consolar ele, ovir a voz dele, eu ainda posso sonhar com o meu ogro confuso e sem-noção, meu anjo com chifres !

Naquela hora sombia, quando ele disse:
" porque eu não quero criar em você esperanças que não vão existir"
Eu disse:
"De qualquer jeito eu vou ser sempre aquela que quer te ver bem."

pense o que quiser, apenas eu e ele entendemos o que se passa entre nós. e mais ninguém. por isso, a história parece tão confusa. A grande ponte entre amor e amizade é perigosa de se atravessar, assim como abrir mão de nós, para ter alguém que nos complete.


Eu queria tanto que ele lêsse esse blog.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Cores

Eu li um livro maravilhoso. "A menina que roubava livros" é ótimo.
Eu ouvi uma musica maravilhosa. "As cores" da banda Cine é ótima.

o que ambos têm em comum ?
as cores.

Tanto o livro [narrado pela propria morte] quanto a musica falam de cores. da importância e da presença [que muitas vezes não notamos] delas no nosso dia a dia.
No livro, a morte fala que o céu muda de cor, conforme o acontecimento, o dia.
Na musica, o 'eu lírico' tira das cores a força para seguir em frente depois de grande decepção.

Porque me chamaram tanta atenção ? Porque resolvi postar sobre cores ?

Que eu tenho uma grande paixão é fato e incontestável. o que ninguém entende é a intensidade disso. ninguém entende o valor do brilho no meu olhar. eu não queria mesmo que ninguém entendesse, apenas ele, mas infelizmente não é assim e as coisas não acontecem da maneira que eu queria. mesmo assim, eu nunca reparo nas cores a minha volta quando ele está por perto. mas sempre que eu lembro dele sorrindo eu vislumbro um céu beem azul e feliz atrás dele, naquelas janelas pequenas da escola. e eu vejo o Brilho amarelo-dourado do sol nele. é como se ele fosse um anjo para mim, porque mesmo quando é ele o culpado da minha tristeza, é aquele olhar dele que me faz sorrir denovo.
Nos dias como hoje -que foi maravilhoso na escola, mas na volta pra casa eu percebi o que eu fiz de errado e como eu fui infantil-, em que eu acordo feliz e vou domir com aquele nó na garganta por causa dele, eu olho pela janela da perua na volta pra casa e vejo muitas cores, contrastes. Vejo diversos tons de verde [a cor da esperança] nas árvores e gramados, diversos tons de cinza [que remete a tristeza e solidão] nas emprezas e na poluição, e diversops tons de azul [a alegria, a felicidade] e de todas essas cores eu tiro forças para seguir em frente, como na musica: "Me sinto mal. As cores lá fora me disseram pra continuar ..." é assim que eu vou fazer. e tudo vai ficar bem.
As cores sempre estão lá. mesmo quando não damos valor a elas. Cada sentimento, cada momento, cada alegria, cada decepção tem uma cor e um gosto que mutam conforme a nossa interpretação daquilo.
e é por isso que o verde das árvores ainda me trás a esperança de que meu anjo-ogro-fera ainda vai virar príncipe. Talvez ele não vá ser o meu principe, mas ele vai ser de alguém, um dia, em algum lugar e eu quero ter contribuido para isso. Quero que um dia ele me considere, de cert forma, um anjo para ele também. Mas por enquanto eu me conformo em ficar cinza de tristeza, vermelha de vergonha, ou amarelo-dourado-brilhante de alegria.
Por enquanto eu ainda sou a cdf bobinha, a menininha sonhadora, que ama contos de fadas e sonha com o príncipe encantado.

It's all.

beijo me liga.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Pontinho de esperança.

Lembra da chama de esperança ?
Jogaram um balde de água fria nela.

ontem eu conversei com ele. chorei. nem tentei disfarçar. num adianta mesmo.
ee depois de risadaas com os comentários sobre o dia em que eu o vi pela primeira vez, algumas verdades.
coisas do tipo: "eu vou me decidir, e você não vai mais ficar sonhando acordada", "Eu gosto muito de você e quero te ver bem, por isso não quero que você fique triste." ou "eu tô confuso, você me conhece, sabe que eu sou meio louco", "é que quando eu pego amizade, é isso e pronto, pra sempre, e eu não consigo me apaixonar" ee outras coisas, que quando eu ouvia eram como facadas. o nó na garganta apertou cada vez mais. naquela hora, eu havia decidido que não ia tentar esconder meus sentimentos, e não escondi. também não tentei engolir o choro. não para fazer drama, mas pelos resultados da conversa, eu já perdi mesmo. E se ele diz que é meu amigo e que sempre vai estar aqui pra me escutar, se ele secou minhas lágrimas, eu podia desabafar com ele.

Eu estava refletindo como é estranho isso tudo.
mesmo quando ele está chato, estupido, bobo-alegre e distante, nós estamos em sintonia. quando eu bati o olho nele pela primeira vez eu já sabia como ele é. Mesmo os abraços brutos que me apertam contra o peito implacavel dele e me deixam sem ar são os mais acolhedores.
e hoje eu sei só de olhar de longe, quando ele está bem ou mal, agitado ou quieto, sei quando ele está apaixonado, assim como ele sabe sobre mim coisas que ninguém mais sabe. A unica coisa que eu acho que eu nunca vou aprender é perceber que as aparentes indiretas dele, são só zoação, talvez para ter certeza que sempre vai ter uma idiota aos pés dele, ou porque é o jeito dele mesmo. esse jeito incrível que me faz sentir tão bem e tão mal. que mudou todos os meus sentimentos e que me faz rir, me faz chorar, me faz querer gritar, me faz querer ser um alguém melhor.

é tão dificil conviver com isso tudo. é muito confuso. as vezes me irrita e me dá vontade de fugir, mas sabe aquele pequeno pontinho de esperança que nunca morre ? é ele quem me move.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Um momento.

Era terceira aula, uma daquelas aulas onde ninguém faz nada de construtivo.
eu estava sentada numa cadeira avulsa, com a blusa de frio dele, a Babi mexendo no meu cabelo e conversando com os meninos. Ele estava no meu lugar, eu quase de frente pra ele. Falavamos sobre video-games, quando o sono bateu, eu apoiei a cabeça nas mãos e fechei os olhos, enquanto descansava, ouvia a conversa deles, ele percebeu que eu estava dormindo, me acordou, puxou a cadeira pra perto dele e deitou minha cabeça em seu ombro. Eu me acomodei.
aaaH, aquele cheiro, como eu estava com saudade dele!
Minha cabeça estava entre seu ombro e seu pescoço. Tão quente, tão aconchegante. Eu poderia ficar horas assim.
Enquanto estava de olhos fechados, eu estava consciente de tudo em volta, não quis dormir de verdade para não perder aquele momento. Os meninos lá no fundo faziam bagunça e ele virou para ver o que era, eu levantei a cabeça assustada. Não era nada. Voltei a me acomodar no ombro dele. Ali eu me sentia protegida de qualquer coisa, e nossos corpos, nossos corações estavam em sintonia perfeita.
Eu ouvia as pessoas sussurrando, falando pra ele me beijar, e ele falando que eu estava dormindo, para me respeitarem.
Eu queria explodir de alegria, mas eu estava fingindo que dormia, então apenas me acomodei mais uma vez. ele me abraçou, e fez carinho na minha nuca [aqueles arrepios] sem saber que eu estava acordada.
Eu queria que aquele momento nunca acabasse.
O sinal para o intervalo tocou, eu não queria, mas tinha que acordar daquele sonho.
Abri os olhos devagar e vi aquele rosto lindo, beem perto do meu, parecia um anjo, aquelas cenas de filme,sabe ? eu levantei minha cabeça, ele arrumou meu cabelo, ficou comigo até eu acordar completamente. dai então, saimos da sala para aquele corredor agitado.
foram vinte minutos.
para mim, foi como se tivessem sido 20 segundos.
para ele eu não sei.
Mas uma chama de esperança se [re]acendeu dentro de mim.

[memórias do dia 18/08/09]

sábado, 15 de agosto de 2009

Lendo meus posts antigos, lembrei de uma coisa que minha catequista disse uma vez:

o ser humano é tão instintivo, que vive repetindo as coisas, seus erros, seus acertos, tudo.

sabe porque eu lembrei disso.?

poorque ao ler aqueles posts antigos sobre medo, angustia, medo de amar, desiteressante, desinteressada e blá.

eu percebi que aquelas não foram as unicas vezes que senti aquilo, e o pior. são coisas constates na minha vida =/
o probleema. é que as vezes eu não tento fugir, sabe, prefiro permanecer assim do que me arriscar a algo novo, um pouco mais dificil, que exigiria mais de miim. é o medo de amar que sempre fala mais alto. aahg maaldito meedo !
euu poderiia estaar em outra situação agora, por mais que eu esteja muito bem, poderia estar melhor, desde o começo do ano, maas, como eu disse, o medoo. aaH ele acaba comigo !
~

muudando de assunto.
amanhã voltam as aulas e, pela primeira vez, eu não tô afim de voltar.
tudo bem que eu tô com saudade do meu xuxu de limão, do meu bolinho de shushu, do hipermega shushu, do xuxu queimado, do xuxu mutante e todos os outros xuxus, maas só de pensar em ter que acordar 5:15 da manhã, e me desanimo toodaa.
foora que ultimamente eu tô com uma insônia que não me deixa dormir antes das 2h da manhã.
é uma merda.
quero ver pra eu levantar amanhã.
vaii ser teeenso.
até eu me reacostumar a rotina eu vou sofreer muito.
E eu neem arrumei meu material, num fiz capa do caderno novo [/sim, sou eu quem enfeito a capa dos meus cadernos pra ninguem ter igual], neem tô com a minima vontade de me arrumar, passar horas lutando contra a minha feiura em frentea o espelho.
aah, mas pelomenos eu vou perder os [acho que]dois quilos que eu engordei nas minhas férias sedentárias.
pra piorar tuudo, eu nuum fiz nada de interessante nas férias.
o que eu vou contar de bom amanhã ?
que o bebê nasceu ? mas isso num realmente emocionante vaai ... eu ja me acostumei a ter um bebê em casa, e a ter 4 irmãos homens.
aa parte boa é que eu ja descolei um babado sobre ele ee pelo que eu vi, esse semestre prometee !
beem. vou me encerrar por aqui.
bgs me liiga beibeê.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Reticências

Hoje eu fui na casa da Betty matar a saudade, e ela me contou sobre um menino com quem eu cortei relacionamentos a dois anos atrás, mas ainda diz que me ama e blábláblá. e o pior de tudo: ele diz que eu deixei "três pontinhos", ou seja, eu dei esperanças, coisa que eu não fiz.
Tá bom, eu não gosto de magoar as pessoas a minha volta, embora eu faça isso com alguma frequência. maas eu acho que as pessoas devem entender o significado do não e interpretá-lo em diversas situações.
às vezes ele vem com certeza e acerta em cheio bem no meio do coração.
às vezes ele vem com certeza e com maldade. esse é o que mais revolta, e muitas vezes o que mais dói, porque é pra isso que ele é dito.
às vezes ele vem com certeza, mas trás consigo a dor, pois por mais que ele seja coisa certa, não é a coisa mais feliz.
às vezes ele vem com duvidas, e deixa reticências.

às vezes ele vem de brincadeirinha, só pra temperar um momento bom.
às vezes ele vem de brincadeirinha, mas com um fundo de verdade.
às vezes ele vem como o fim
e outras como o começo.
Eu só não sei se dói mais quando ele vem propriamente pra dilacerar, quando ele foi projetado pra isso, ou se quando ele vem colocar um fim em algo, mas com pena, e [horrivelmente] com amor.
aah, meus olhos se enchem de lágrimas ao escrever isto, mas é preciso dizer.
as pessoas precisam aprender a escolher o que é certo, ou o que é fácil, o que as faz feliz aqui na terra.

~

Aaah e antes de eu começar a escrever sobre não, eu queria escrever sobre reticências e antes ainda, eu queria só escrever umas linhasinhas, continuação para aquele poema "odeio" que eu postei ha um tempo. ai está:
[...]Odeio quando você me deixa sem ar
e Odeio sentir saudades disso.

é, esse poema ainda não tem um ponto final, e eu espero continuar dando reticências a ele e quando tiver um ponto final, que seja feliz, ou no minimo, certo.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

novo bloog, novo semestre, nova eu !

gostou do novo visual do blog ? [comenta]
euu gostava mais do antigo, maas as vezes mudar é preciso.
ee até que esse não é tão ruiim.
ée que mudar meu groove para um que combine mais comigo faz parte da minha lista de metas para o segundo semestre que eu acabei de decidir fazer. coisas do tipo:
~me dedicar ainda mais na escola
~ser mais calma
~valorizar o que há de bom em mim, ao invés de ficar chorando e questionando o que há de errado
~buscar novos amigos de verdade
~curtiir mais as coisas que eu faço
~já que a escola é obrigatória, eu vou fazer algo para me sentir bem lá.
~mudar os moveis do meu quarto e redecorá-lo
~fazer com que minha festa de 15 anos seja maraa
~ter mais paciência com meu papi
~mudar minha postura para ser reconhecida como uma Cristã verdadeira
~parar de falar palavrão
~investiir mais num visual descolado mas que combine com minha personalidade, e não com o que é imposto
~ajudar mais
~fazer alguma coisa construtiva, tipo aprender a tocar violão
~aumentar a nota de biologia e falar um monte pro profe no dia do conselho.
~me informar mais sobre alguma banda ou qualquer coisa do tipo
~tirar o pó do computador
~tirar as tranqueiras das minhas gavetas e mandas pra reciclagem, ou doar pra algum lugar
~não ser mais uma idiota na frente ''dele''
~juntar dinheiro pra ir na noite do terror e causar muito lá !

ee acho que só isso tá bom néé.
o semestre é curto.

sábado, 8 de agosto de 2009

velharia.

achei aqui um poema que eu escrevi beem antes daqueles que eu postei a um tempo.
num é grande coisa, maas diz muito sobre o meu agora.

Olhando para trás
pensando em moentos que já não voltam maiis.
perdida no escuro
sentindo solidão em meio a tanto barulho.
correndo contra o vento,
sentindo tanto medo
e já nem sabe mais como é amar
tudo o que ela queria
é alguem para entender tudo o que ela diz com o olhar
amigos tão fingidos
a fazem sair dos trilhos
pessoas tão vazias
e ela sempre tão sozinha
tentando não sofreer
tentando não pensar você
sempre enfiada em livros
tentado se ver livre
poemas de amor não escondem toda a dor.
noites inteiras sem dormir,
semanas inteiras sem sorrir
perdida no tempo sem saber pra onde ir
talvez fosse melhor se você [quem ?] estivesse aqui
tendo que se contentar
em dormir, mas não sonhar
~

é isso.
tá eu sei que é meio tosco, mas é que eu não tinha mais o que postar.

aaH! a propósito, Tô muito feliz pela Danii.
eela realmente merece.
teamonêga♥

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Enquadro injusto.

Depoiis de anoos o Caique e o Rê vieram me visitar.
nem achredito que os vii. foi maraa.
o problema mesmo foi quando fomos ver se meu irmão tava na confusão que tava rolando na quadra, adivinha? o policial mandou a gente encostar no paredão com toda aquela racinha de posers, pattys-favela e manos do capão que eu odeeeio.
eu não sei se foi pior o mico, ser comparada com akela raciinha nojenta de piriguetes, ser chamada de "de menor" quando o certo é "Menor" ou ser revistada.
sérioo.
nunca tremi tanto na minha vida.
Graças a Deus eu fui liberada assim que expliquei o mal entendido e os meninos, logo depois.
me senti tão bem e tão aliviada quando eles desencostaram e vieram andando.
eu não me perdoaria se eles tivessem se quer sido revistados.
a parte boa é que a gente tem uma históiria pra contar pros nossos filhos e netos em natais futuros.

amo vocês meninos

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Porque não sorrir de volta ?


é impressionante como as coisas acontecem rápidamente, uma atrás da outra, sem um padrão, sem uma ordem certa, E O PIOR DE TUDO: a minha mente fica a mil por hora, diversas situações e meu modo de vida, minha mentalidade, minha religião, meus [vários] amigos, eeeeu não sei mais o que eu faço! quer dizer, eu sei o que eu vou fazer, a decisão já está mais que tomada, por mais que esteja doendo em mim eu vou fazer a coisa certa.


Sabe aquela musica do Skank, "o sol acima do sol", quem tem uma parte que fala

"se a sorte lhe sorri

porque não sorrir de volta

você nunca olha a sua volta ?"

eu escutei ela ontem, antes de tomar essa decisão e se não existe sentimento o bastante, eu não vou ficar empacando a vida de uma pessoa que merece alguém que seja beeeeeem melhor que eu.

então, se eu não sou capaz de sorrir de volta para a sorte, que essa tal pessoa faça como na primeira estrofe da música e vá achar alguém que lhe queira como eu não quis fazer.

Só espero que ele me entenda, e não fique chateado.


beijos me bipa #

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Boneca de pano

acabei de ler uma matéria ótima na Revista Atrevida.
na seção "blogueira da vez", a blogueira Geovana Zaltman Sadcovitz, do blog Algo de mim fez um post lindo cujo eu me identifiquei muuuitíssimo, sobre corações que nunca se modificam por mais que sejam machucados, e sobre a importância disso. Na revista tem algumas modificações, mas eu copiei direto do blog dela. Ai vai:
Boneca de Pano
As pessoas veêm-me muito diferente de mim.E disso eu tenho a mais pura certeza,porque eu acho que ninguém percebeu o que eu realmente talvez seja.Talvez eu seja uma boneca de pano,cujo coração foi roubado.Deixou-se um rombo gigantesco em seu peito.Enquanto o mesmo não havia retornado.Mas meio assim,de repente,veio uma dor forte e instalou-se em mim.E ela ficou,em cada metro de meu corpo rendado,com meus panos e babados.Os meus vestidos trocados,começarama ser mais escuros,independente do cair da noite ou do levantar do dia,eles só me eram propícios se mais próximos ao negroque me abrangia.Chegou uma hora que não os quis mais trocar,não fazia diferença.
Todo dia eu acordava e botava minha leve mão sobre meu peito,o apertava, e não sentia nada.Até que em uma noite,poucoescura e menos sombria,eu vi um clarão no canto de minha cama.Cheguei minhas mãos a ele,e encontrei ali meu coração.Abri meu armário,peguei minha caixa de costura e retirei a atadura de papel que cobria meu peito de pano.Coloquei meu coraçãode volta e o costurei cuidadosamente.Talvez eu realmente seja esta boneca de pano com o coração resgatamente perdido.Porque sim ele voltou a mim,sim,meus vestidos e panos o cobrem,eu o abrigo.Mas de qualquer outra maneira,não o sinto como isso.Ele voltou intacto e este fora oproblema.O coração da triste boneca de pano não fora amado como amara,não fora desejado como desejara e não teve o quequis.O coração da boneca não passava de nada mais além de um pedaço fofo de pano,em formato reconhecível.Ele não fora modificado e pior,não fora roubado.A bonequinha queria que alguém a amasse como ela o ama,e para isso teria de ter consigouma parte de seu coração,mas vendo ele voltar intacto,ela percebeu que sua missão fora incompleta,sem sucesso.Talvez eu realmente seja esta inocente boneca de pano,que se percebe diferente de todas as outras bonecas,agora.Ela não sente os desejos carnais das outras e não tem as mesmas vontades.Porque afinal,elas são apenas bonecas com coraçõesmarcados e eu,sou uma diferente boneca de pano,me destacando entre as caixas,um coração ferido,sem marcas.A boneca de pano aperta seus braçinhos de pano tentando mostra que é forte,mas ela não consegue acreditar nesse força.A bonequinha de pano procura em uma busca inssaciável algo que ela não tem certeza de saber o que é.E talvez eu realmente seja essa boneca de pano,cujo coração roubado não fora amado,cujas pessoas envolta não se misturam,cujo caminho é um ponto de interrogação e principalmente,cuja procura será guiada,fortemende a frente,até que ela encontreaquele pedaçinho minimo de seu coração,que ela ainda não percebeu sumir,mas que a fora roubado discretamente para sermodificado,tocado e amado.E quando ela perceber que descobriu o que procura,e quando finalmente achar o pedaço perdidode seu coração,seus panos não serão mais panos e os babados dos vestidos de renda,se tranformarão em outros,e agorafinalmente será inclusa e entenderá que é possível ser feliz.E quem sabe as pessoas consigam ver-me,agora,como eu sou.E talvez elas entendam e saibam que eu realmente sou aquela boneca de pano,com o coração complicado,os vestidos rendadoscom meus panos e babados,esperando sempre,por um alguém.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Você me faz tão bem !


Do Título: é quee perto dela, até os dias mais entediantes ficam melhores*-*

Do Post: estava eu sozinha em casa, quando resolvi vir fazer uma vizita pra Dani. Estavamos criando nosso blog conjunto e hiperhilário que PRO.ME.TE, quando ela lembrou que precisava lavar o cabelo. até ai tudo bem, tirando o fato de que ela quebrou o dedo do pé, enão tem sérias dificuldades para tomar banho.
Depois de eu ter rido muito da cara dela com ela me contando como tem tomado banho nos ultimos dias, ela teve a brilhante idéia de que eu lave o cabelo dela !
Meeu, a gente num tomava banho juntas a séeculos. agora imagina:
ela sentada numa cadeira plástica, com o pé cheio de sacola e eeu como boa amiga que sou dando uma de cabeleleira lavando o cabelo delaa.
HILÁRIO.
primeiiro que eu tava tentando lembrar como o tio que 'tosou' horrivelmente o meu cabelo ontem lavou meu cabelo.
e até tentei faer iguaal, maas o tiozinho num dava aquela 'pegada' na nuca dela quineem eu.
e neem cantava aquela música "lavar roupa todo dia, que agoniia ♫" enquanto passava condicionador nas pontaas.

eenfiim. foi a maior comédiaa. e são esses pequenos momentos que nos fazem ultrafelizes.
teamo Dan♥

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Mike está morto.

ée o famosíssimo cantor, Michael Jackson morreu ontem, e blá blá blá...
mas eu não vim aqui falar da 'tristesa' da morte dele nem de ninguém, e siim na alegria da vida dele e de todo mundo o
eu explico: quando uma pessoa morre, todo mundo fica triste lembrando de como ela era maravilhosa quando viva e blá. eentão vamos lembrar aqui de como o Mike foii legal em vida, afinal, duvido que você nunca tenha cantado e tentado dainçar um rit dele. é eu sei do seu passado !
eentão, em 'comemoração' a morte do Mike e de todas as outras pessoas que por algum motivo são admiradas mesmo depois de sua morte, levante da cadeira do PC agora e dance o Rit do Mike que eu mais gosto: "beat it"

http://www.youtube.com/watch?v=ZkGOiS75Lwk


ee agora, como sempre nesse blog, a mensagem de vida que essa situação pode trazer:
o Mike, o Elvis, o Mandela, a mulherzinha d'As Panteras que também morreu ontem, o bozo, o Papa e um montão de gente, ja morreram, mas fizeram tantas coisas admiráveis em vida que sempre vão ter fãs em algum lugar, sempre serão lembrados, então comece a ser mais legal, a tentar fazer a diferença (não jogar lixo na rua é uma boa ideia) ee a buscar sempre o melhor de sii, para que no seu velório demore a chegar e, quando chegar, as pessoas tenham motivos para chorar com sinceridade, afinal a falsidade que rola em velórios é um saco, maas a vida éee um morango com chocolate branco (y)

Fazer, acontecer.

mais uma semana sentimentalmente conturbada.
mas essa foi diferente:
Hoje, plena sexta feixa, stress ao cubo na escola, a professora de português me disse uma coisa que me fez pensar nas minhas atitudes com os meninos na sala.
Eles fazem muita coisa que são sem noção ao meu ver, e fazem tudo na minha frente.Vendo isso, o que ela falou me fez pensar se eu realmente faço algo pra mudar isso, e, se eu faço, O QUE ?
O problema é que o medo adolescente de parecer chata, conservadora e mesquinha e meu jeito de ser 'serena' demais na hora errada fala mais alto e me tira da boca as palavras que eu deveria usar pra mudar alguma coisa. O medo de que eles se irritem comigo fala mais alto. O medo de perder a amizade deles fala mais alto. O medo de eles não me verem mais como a amiga deles fala mais alto. Então, por que falar ? eles iriam ignorar e dizer que está tudo bem mesmo ... !
Dai, postando aqui agora, eu comecei a pensar: o nosso medo acaba nos tornando incapaz de fazer coisas muitas vezes tão simples, o medo me tornou incapaz de fazer algo pelos meus amigos de quem eu gosto tanto, e agora eu me sinto um monstro por isso. Então, você meu leitor, não deixe que nessas horas o medo fale mais alto. se você sabe que é para o bem de alguém, não tenha medo, imponha sua opinião, FAÇA, aconteça, só assim a nossa geração vai parar de ser vista como uma geração de vagabundos inconsequentes e é só assim que vamos fazer a diferença.(Y)

-
pensamento, sentimento do dia:

não é que eu queira ser igual, eu só quero diversão
não é que eu seja infantil ou chata, eu só vejo o mundo de outra forma
não é questão de ser conservadora, é questão de me importar com quem eu amo.